Caixa bate recorde de R$ 47 bi em crédito imobiliário

Os financiamentos habitacionais realizados pela Caixa Econômica Federal alcançaram a marca de R$ 47,05 bilhões em 2009, volume de crédito 102% superior ao registrado em 2008, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (27). Desse total, R$ 14,1 bilhões foram destinados ao programa Minha Casa, Minha Vida, que oferece financiamentos voltados à baixa renda.

Ao todo, 896.762 mil famílias foram atendidas em 2009, sendo 275.528 pelo programa Minha Casa, Minha Vida. O volume de empréstimos da Caixa representou 71% de todo o crédito disponível no mercado para o setor.

As famílias com renda de até três salários mínimos (R$ 1.530) foram as mais atendidas pelo Minha Casa, Minha Vida, em 2009. Ao todo, foram fechadas 168.926 propostas de construção, o equivalente a 42% da meta estabelecida pelo governo federal.

Em 2009 foram contabilizadas para esta faixa de renda um total de 393.780 propostas, que representavam 98% da meta do governo. Até 31 de dezembro, o total de propostas apresentadas para todas as faixas de renda chegou a 656.368 unidades, ou seja, 66% da meta.

O Minha Casa, Minha Vida é um programa de habitação lançado pelo governo federal em março de 2009 que tem a meta de construir 1 milhão de casas até 2012. O objetivo é beneficiar famílias que recebam até dez salários mínimos por mês, ou até R$ 5.100.

Do total de 1 milhão de casas, 400 mil moradias são para famílias que recebem até três salários mínimos (até R$ 1.530). Outras 400 mil são para quem tem renda de até seis salários mínimos (R$ 3.060) e mais 200 mil para quem tem renda entre seis e dez mínimos.

O investimento total previsto pelo programa é de R$ 34 bilhões. Desse total, R$ 16 bilhões serão usados para subsidiar a construção de moradias para as pessoas que ganham até três salários mínimos, além de oferecer custo zero no seguro habitacional e na emissão de documentos em cartórios.

Fonte: R7