ML Administradora

‘Morar carioca verde’ chega às comunidades da Babilônia e do Chapéu Mangueira

3 de julho 2012

Meio Ambiente / Notícias | 0 Comentário(s)

Extra

A Secretaria municipal de Habitação começa a levar o conceito de construção sustentável para as favelas do Rio, com o projeto “Morar carioca verde”. Os morros da Babilônia e do Chapéu Mangueira, no Leme, serão os primeiros beneficiados. As intervenções incluem novas redes de água, esgoto e drenagem; contenção de encostas; reflorestamento; iluminação pública com LED; e asfalto feito com pneus triturados; entre outras ações. Além disso, serão construídas 117 unidades sustentáveis para moradores de áreas de risco.

— Acredito que, em um mês, as moradias da Babilônia estarão prontas. Em um ano, deve ser a vez do Chapéu Mangueira — afirma o secretário municipal de Habitação, Jorge Bittar.

Detalhes do modelo verde

Coletor solar: As moradias vão usar energia solar para o aquecimento de água.

Sensores de presença: As áreas de circulação terão sensores, que apagam a luz quando o local está vazio.

Lâmpadas: Serão usadas lâmpadas de baixo consumo, que ajudam a economizar eletricidade.

Estrutura: A construção tem estrutura metálica reciclada e vedação externa de placa de cimento, que gera menos desperdício.

Janelas: Vidros e venezianas nas janelas permitem o máximo aproveitamento da luz e da ventilação naturais.

Medidores: Medidores individuais de água, gás e energia geram uma economia no consumo.

Coleta seletiva: As edificações terão um local destinado à separação de lixo por categoria.

Água sem desperdício: Serão instalados um sistema de captação de água da chuva e torneiras e vasos sanitários econômicos, que gastam menos água.


Nenhum comentário

Deixe o seu comentário!

Cadastre-se para receber novidades:

ML, SUA ADMINISTRADORA DE VERDADE!