ML Administradora

Você sabe como implantar a coleta seletiva na sua casa ou condomínio?

3 de junho 2016

Meio Ambiente | 0 Comentário(s)

Preocupados com a sustentabilidade e com um planeta melhor para as próximas gerações, muitas pessoas fazem a coleta seletiva. Entrando nessa onda, muitos condomínios também resolveram se organizar para fazer essa “ação verde” de forma conjunta. No post de hoje, falaremos um pouco sobre esse assunto, tão importante e atual. Venha aprender!

 

  • O que é coleta seletiva

 

Nada mais é do que a coleta diferenciada de resíduos, separados segundo sua constituição/composição. Ou seja, resíduos com características parecidas são selecionados pelo gerador (morador) e disponibilizado para a coleta separadamente.

  • Por que separar os resíduos

 

Cada tipo de resíduo tem um próprio processo de reciclagem. Quando vários tipos diferentes de resíduos sólidos são misturados, sua reciclagem fica muito mais cara, ou até impossibilitada, pela dificuldade de separá-los posteriormente.

  • Tipos de resíduos

 

A separação básica, por assim dizer, é a segregação de resíduos recicláveis secos (como metais, papel, plástico e vidro) dos rejeitos, que são resíduos não recicláveis (como fraldas, absorventes, cotonetes). Outra categoria muito importante de resíduos são os orgânicos, que consistem em restos de alimentos e resíduos de jardim (folhas secas e podas, por exemplo). Eles também não devem ser misturados com outros tipos de resíduos, o que dificultaria, e muito, a reciclagem, pois esses serão reciclados para se tornarem adubo.

  • Como funciona a coleta seletiva

 

Depois de separar o lixo, deve-se destiná-lo corretamente. Muitas prefeituras, já com o pensamento sustentável, desenvolveram em suas cidades formas para a coleta seletiva, tendo sido os materiais previamente separados pelos moradores. No Rio de Janeiro, por exemplo, a Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) faz a coleta seletiva do lixo nas zonas Norte, Sul e Oeste, além do Centro da Cidade.

  • Instruções básicas

 

Todo o material reciclável deve ser embalado em sacos plásticos transparentes ou translúcidos (azul e verde), para que o gari consiga visualizar o conteúdo. Recomenda-se uma rápida lavagem dos materiais recicláveis (como caixas de leites, potes de achocolatados etc), para facilitar o trabalho na próxima etapa.

Viram?! Não é difícil! E, com essas dicas, ficou ainda mais fácil ser ecologicamente correto e juntar uma galera pra fazer parte desse movimento, não é mesmo?! O que você está esperando?


Nenhum comentário

Deixe o seu comentário!

Cadastre-se para receber novidades:

ML, SUA ADMINISTRADORA DE VERDADE!